Não Editável História Acções RSS

AeroportoDeBeja

Aeroporto de Beja

foto_aeroporto.jpg

Apresentado como solução panaceia para todos os problemas do Alentejo, como já o foram a Barragem do Alqueva ou o Porto de Sines, o Aeroporto de Beja é mais uma obra controversa. Infelizmente parece que este é mais uma solução desesperadamente à procura de um problema.

Em vez de um desenvolvimento sustentado da economia local, por forma a que esta proporcione riqueza e bem estar às populações - onde no futuro até se poderia vir a necessitar de um aeroporto como o proposto - começa-se pelo fim, criando um aeroporto na esperança que este crie a dinâmica necessária ao estimulo da economia pela simples razão de existir.

Nesta análise faz-se o acompanhamento desta obra, desde a sua génese até ao presente, a falta de estratégia, os sucessivos atrasos, os erros de execução do projecto e a impunidade na má gestão de recursos.

2000

Neste ano é formada pelo governo XIII Governo Constitucional, liderado por António Guterres, a empresa que irá promover o aproveitamento da base militar de Beja. Jorge Coelho, então Ministro do Equipamento Social, encarregou-se do anúncio.

A nova empresa denomina-se Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB), tratando-se de uma sociedade anónima com os seguintes accionistas:

  • Estado, pela Direcção Geral do Tesouro, com 82,5% do capital
  • Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral (AMBAAL) com 10%
  • Núcleo Empresarial da Região de Beja (NERBE/AEBAL) com 2,5%
  • Empresa de Desenvolvimento e Infra-Estruturas do Alqueva (EDIA) com 1,25%
  • Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região do Alentejo (CCDRA) com 1,25%
  • Promoção, Gestão de Áreas Industriais e Serviços (PGS) com 1,25%
  • Administração do Porto de Sines (APS) com 1,25%

Poderá consultar aqui os seus Estatutos.

2001

Apesar de já constituída a empresa promotora parece não ter actividade em 2001.

A Refer fala numa possível ligação de uma linha de mercadorias ao aeroporto. Ao longo dos anos não se verificaram obras de relevo na linha de caminhos de ferro.

Durão Barroso então líder da oposição, no âmbito das eleições autárquicas, faz declarações Link para a cache do Busca Tretas sobre um triângulo de desenvolvimento falhado que envolve o Alqueva, o Aeroporto de Beja e o Porto de Sines, acusando o governo socialista de falhas governativas e os autarcas alentejanos de incapacidade.

2002

Neste ano toma posse o XV Governo Constitucional, liderado por Durão Barroso.

Com a chegada ao poder, a opinião Link para a cache do Busca Tretas de Durão Barroso muda radicalmente, considerando agora que o Aeroporto de Beja, o Porto de Sines e a Barragem do Alqueva são factores importantes para o desenvolvimento do Alentejo

Durão Barroso chegou mesmo a anunciar Link para a cache do Busca Tretas que o aeroporto representava um investimento relativamente pequeno e que iria iniciar a operação em 2003. Este só viria a ser inaugurado em 2011.

2003

O ano passou sem grandes novidades, à parte das tradicionais picardias partidárias, até que em 19 de Dezembro é assinado um protocolo para a construção do aeroporto civil de Beja.

2004

Neste ano muda a administração da EDAB Link para a cache do Busca Tretas, que passa a ser presidida por Agostinho Mourato Grilo por substituição de Santos Nicolau, que completava três anos um mandato de três anos.

O aeroporto militar é usado para parquear aviões de charters Link para a cache do Busca Tretas do campeonato europeu de futebol (Euro 2004).

2005

O início deste ano começou de uma forma atribulada no que diz respeito à administração da EDAB.

Em Janeiro, o secretário de Estado das Obras Públicas, Jorge Costa, terá comunicado a Mourato Grilo, então presidente da EDAB, que cessaria funções. Seguiu-se uma assembleia geral, em 25 de Janeiro, que acabou por ser suspensa por discórdias quanto à nomeação de uma nova gestão. O Governo, presidido por Santana Lopes, acabou por indigitar uma nova administração que tinha por presidente João Sousa Martins, antigo vice-presidente do Instituto de Estradas de Portugal.

Dois dos accionistas minoritários, a AMBAAL e a NERBE/AEBAL, interpuseram uma providência cautelar para impugnar esta nomeação. Em Junho, o Tribunal Judicial de Beja considerou procedente esta providência cautelar, ficando sem efeito a nomeação do Governo.

A 29 de Agosto, tomam posse os novos administradores, passando a EDAB a ser presidida por José Ernesto Queiroz, que já esteve à frente do Instituto Nacional de Aviação Civil (INAC) e foi um dos responsáveis do aeroporto de Macau. Por esta altura já estava em funções o XVII Governo Constitucional, liderado por José Sócrates.

Estas mudanças não se limitaram ao presidente, tendo entrado e saído vários vogais do conselho de administração.

Uma das perguntas que ficou no ar após a decisão do Tribunal, e nunca foi respondida, era se os administradores demissionários teriam de devolver parte dos vencimentos recebidos, uma vez que haviam decidido de aumentar os mesmos.

Ainda em Janeiro, o Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território aprovou o Estudo de Impacte Ambiental Link para a cache do Busca Tretas do novo aeroporto.

Em Setembro é anunciado pelo Governo a disponibilidade de verbas para 2006 Link para a cache do Busca Tretas.

Apesar destas novelas e anúncios, o ano não apresentou nenhuma novidade quanto à execução das obras.

2006

Este é mais um ano em que nada se passa ao nível de obras.

Mais uma vez é anunciado Link para a cache do Busca Tretas o começo das obras para o seguinte, tendo sido acrescentado que o aeroporto estaria operacional em 2008, sendo esperado que se torne rentável em 2015.

Em Março, José Queirós, presidente da EDAB, indica Link para a cache do Busca Tretas que a viabilização do aeroporto passará pela oferta turística do Alentejo, com uma estrutura de custos reduzidos adequada aos voos charter.

Em Novembro, vem a conhecer-se mais um pormenor da EDAB com a venda do local da sede social que havia adquirido em 2004 por 300.000€. A sede social encontrava-se numa vivenda que não tinha licença para os fins que eram necessários, tendo a aparente boa vontade do Município de Beja evitado o despejo.

A empresa mudou-se para instalações alugadas na Expobeja até à construção da parte administrativa do aeroporto.

Como curiosidade, até à aquisição da tal vivenda, a empresa ocupava instalações cedidas a titulo gratuito pelo Nerbe.

2007

Em Janeiro foi lançada a primeira pedra numa cerimónia para o efeito, e três meses depois as obras arrancam finalmente.

Por essa altura, José Queirós garante a operacionabilidade do aeroporto entre o segundo e o terceiro trimestres de 2008 Link para a cache do Busca Tretas. José Queirós faz ainda previsões Link para a cache do Busca Tretas, sem qualquer fundamento técnico, de 178 mil passageiros para 2009 e 1,8 milhões em 2020.

Em Dezembro, o ministro das Obras Públicas, Mário Lino, garante o bom andamento das obras e o início das operações no fim de 2008.

Surgem ainda rumores de que os chineses pretendem montar linhas de produção junto ao aeroporto.

2008

Os trabalho de construção continuam. Em Setembro, com um atraso de 10 meses é adjudicada a 2ª empreitada. A nova previsão Link para a cache do Busca Tretas para a conclusão do aeroporto aponta para Março de 2009.

Aparecem vários projectos à sombra do Aeroporto, mas nenhum deles se concretiza.

2009

As obras continuam e em Junho José Queirós confirma os atrasos e anuncia que o aeroporto só deve estar operacional em finais de Setembro Link para a cache do Busca Tretas.

Em Dezembro, a deputada socialista Ana Paula Vitorino anuncia a abertura do aeroporto para Setembro de 2010 Link para a cache do Busca Tretas.

Em Maio, durante uma audição na Comissão Parlamentar das Obras Públicas e Transportes, Mário Lino confirmou que o aeroporto vai ser concessionado pela ANA Link para a cache do Busca Tretas.

2010

As obras são concluídas Link para a cache do Busca Tretas mas vem a saber-se que o aeroporto ainda não se encontra certificado. É apontado o início de 2011 a possibilidade de receber os primeiros voos com passageiros.

Neste ano, o Tribunal de Contas emite um relatório demolidor sobre o projecto, onde se destacam a derrapagem orçamental, de prazos e incompetências na avaliação da viabilidade do projecto e na sua execução.

Este relatório aponta um erro grave detectado na construção da pista vai implicar um custo adicional de 8 M€.

Todos os responsáveis ligados a este projecto repudiam o relatório.

2011

A 14 de Abril sai o primeiro voo com 67 passageiros. No entanto, apenas 27 são passageiros normais, fazendo o resto parte de uma missão empresarial e institucional. A ANA documentou o evento num vídeo promocional:

Neste ano é evidente o desinvestimento da CP na região, nomeadamente com a degradação do serviço de inter-cidades para Beja. Esta descoordenação vem comprometer um dos meios de transporte privilegiados para os utilizadores do aeroporto poderem atingir outros pontos do país.

Nesta ano toma posse o XIX Governo Constitucional, liderado por Passos Coelho, que não aparenta ter soluções para o aeroporto. O facto é evidente quando o seu Plano Estratégico dos Transportes, para o período entre 2011 e 2015, exclui o aeroporto de Beja Link para a cache do Busca Tretas da lista de aeroportos nacionais.

O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, chega mesmo a admitir que o aeroporto de Beja é um problema Link para a cache do Busca Tretas, e que o Governo pretende entregar a gestão daquele espaço a privados.

Em Dezembro, perante as acusações de falta de estratégia para o aeroporto de autarcas e deputados da região, Sérgio Monteiro anuncia a criação de um grupo de trabalho para encontrar soluções. Este grupo de trabalho levaria seis meses a ser criado.

Uma situação caricata é a presença simultânea da PSP e da GNR no policiamento do aeroporto. Esta situação verificou-se desde o início das operações no aeroporto e, por falta de decisão do Ministério da Administração Interna, arrastou-se até Maio de 2012, altura em que finalmente se resolveu com a PSP a ficar responsável pelo policiamento em todos os aeroportos internacionais.

2012

O Governo tarda em criar o anunciado grupo de trabalho, voltando a falar de uma ideia antiga de captação de empresas "low cost" Link para a cache do Busca Tretas para Beja. Finalmente em Junho, por Despacho do Gabinete do Secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, o grupo é criado.

Eis como é constituído:

  • Coordenador João Paulo Assunção Ramôa
  • Um elemento a designar pela Força Aérea Portuguesa
  • Um elemento a designar pela ANA Aeroportos, S. A.
  • Um elemento a designar pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA)
  • Um elemento a designar pela Entidade Regional de Turismo do Alentejo
  • Um elemento a designar pela Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral (AMBAAL)
  • Um elemento a designar pela Associação Empresarial do Baixo Alentejo e Litoral (NERBE/AEBAL)

O relatório deste grupo foi entregue ao Governo em Setembro. Embora não tenha sido possível até à data obter uma cópia deste relatório, vários pontos do mesmo foram referidos pela imprensa. Eis os que se destacam:

  • Criar um grupo de missão para rentabilizar o aeroporto
  • Não descurar a visão local e regional do aeroporto mas olhar o mesmo como parte de um todo integrante da realidade nacional
  • Criar uma entidade financeira específica de capital de risco de modo a complementar o investimento privado
  • Dotar o aeroporto de uma zona industrial com diversas isenções e incentivos fiscais
  • Transformar o aeroporto num centro logístico de carga aérea com cargueiros puros, servindo o Centro e o Sul do País
  • Criar um cluster aeronáutico em articulação com a Embraer de Évora

Entretanto, a dissolução da EDAB continua por se efectuar, e no mesmo mês o presidente da assembleia-geral da EDAB, Jorge Pulido Valente, acusa o Governo de incapacidade para extinguir a empresa, declarando que esta acumula 100 mil euros mensais de prejuízos. Em Agosto, Jorge Pulido Valente revela que o passivo da empresa já ultrapassa um milhão de euros, voltando a acusar o Estado de demorar a extinguir a EDAB. Em Setembro a Assembleia Geral da EDAB vota a favor da sua extinção.

Com o aeroporto a registar uma única operação de voos charter, fonte da ANA informa que está em curso uma aposta na indústria aeronáutica, estimando mais tráfego de passageiros a partir de 2017.

Surgem notícias de que o Estado se encontra em negociações com uma empresa Sul-Coreana para a instalação de uma escola de pilotos de aviões de combate na base militar de Beja.

Em Setembro, o Governo dá seguimento à privatização da ANA. Vários aeroportos, entre eles o de Beja, acabaram por serem vendidos em Dezembro à empresa francesa Vinci. Este processo de privatização teve uma cláusula em que o aeroporto reverteria para o Estado caso o futuro dono da ANA prescindice da sua exploração, passando o aeroporto a ser gerido por uma entidade pública a criar.

Durante este processo duas empresas com projectos para o aeroporto, a Aeromec e a AeroNeo, apontaram dificuldades em obter financiamento junto da banca devido à incerteza em torno da privatização da ANA. Os dois projectos em conjunto representavam 16 M€.

Aquando da elaboração pelo Governo do caderno de encargos da ANA, o aeroporto de Beja foi esquecido, não aparecendo no caderno. Após a indignação dos partidos da oposição e de autarcas locais, o erro foi corrigido.

2013

Em Janeiro surge a notícia que a empresa de transportes aéreos de Cabo Verde (TACV) estaria a negociar ligações entre o aeroporto de Beja e a Ilha do Sal, facto aliás comunicado pelo delegado para região ibérica da TACV, Mário Almeida.

Ainda em Janeiro o Instituto Nacional de Aviação Civil certifica o aeroporto para todos os tipos de tráfego aéreo. Com esta certificação Beja já pode receber voos de passageiros.

Vista aérea do aeroporto de Beja

  • 2012_Aeroporto_Beja_vista_aerea.jpg

  • Fonte: Google Maps

Mais Referências

O arranque da saga em 2000

  • Jorge Coelho: Portela vai saturar antes de tempo Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2000.06.02
    • Fonte: DN
    • Autor: Redacção
    • Jorge Coelho anunciou que, em Beja, já está constituída a empresa que irá promover o aproveitamento da base militar de Beja, transformando-a parcialmente em aeroporto civil e de modo a constituir uma alternativa ao aumento da carga na Portela, «que já não aguenta», e também no Porto, «que está a subir a olhos vistos».

A integração com os caminhos de ferro

  • O novo mapa dos caminhos de ferro Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2001.12.10
    • Fonte: Público
    • Autor: Redacção
    • No Alentejo é considerada a hipótese de uma "possível ligação ao aeroporto de Beja no sector das mercadorias" e o litoral Algarvio fica pendente de "decisões quanto ao desempenho desta linha, quer numa perspectiva local e regional, quer numa perspectiva nacional, ou ainda numa lógica de ligação à Andaluzia".

Assinatura do protocolo para a construção do aeroporto

  • CIVIS NO AEROPORTO DE BEJA Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2003.12.19
    • Fonte: Correio da Manhã
    • Autor: Redacção
    • Os ministérios da Defesa e das Obras Públicas assinam hoje, em Beja, um protocolo para a construção do aeroporto (...)

As mudanças atribuladas na administração da EDAB

  • Beja: Mourato Grilo deixa a EDAB Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2005.01.09
    • Fonte: Correio Da Manhã
    • Autor: Redacção
    • A decisão ter-lhe-á sido transmitida pelo secretário de Estado das Obras Públicas, Jorge Costa.

  • Administração em guerra Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2005.01.18
    • Fonte: Correio da Manhã
    • Autor: Madalena Lino ( Évora)
    • A crise estalou na Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB), com os vogais do conselho de administração, José Gaspar e Mário Resende a terem aprovado na última reunião deste órgão a contratação de mais seis elementos e três assessorias, contra a vontade de Mourato Grilo, presidente do referido órgão.

  • Assembleia da EDAB adiada Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2005.01.26
    • Fonte: Correio Da Manhã
    • Autor: Redacção
    • A mesa da Assembleia-Geral da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB) decidiu ontem suspender a sessão que tinha como um dos pontos a eleição da nova administração.

  • Tribunal de Beja considera procedente providência cautelar Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2005.06.03
    • Fonte: DN
    • Autor: Redacção
    • O Tribunal Judicial de Beja considerou procedente a providência cautelar interposta pelos dois accionistas minoritários da empresa criada para o aeroporto de Beja, suspendendo as funções da administração nomeada pelo anterior Governo.

  • Mudanças no Aeroporto de Beja Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2005.08.27
    • Fonte: Correio da Manhã
    • Autor: M.L.
    • Na segunda-feira tomam posse os novos administradores da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB), no seguimento da decisão judicial proferida no início de Junho.

A mudança de instalações da EDAB

  • EDAB muda instalações para edifício da Expobeja Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2006.11.27
    • Fonte: JN
    • Autor: Teixeira Correia
    • A Administração da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB) vendeu as instalações que ocupava como a sede social, adquiridas em Abril de 2004 por cerca de 300 mil euros. A aquisição da vivenda, com primeiro andar, pela anterior equipa de gestão mereceu duras críticas. Por um lado, porque a empresa ocupa instalações cedidas a titulo gratuito pelo Núcleo Empresarial de Beja (Nerbe). Por outro, porque o espaço adquirido não dispõe de condições adequadas à actividade de uma empresa desta natureza.

O arranque das obras em 2007

  • Construção do aeroporto de Beja arranca Sábado Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2007.01.26
    • Fonte: Jornal de Negócios
    • Autor: Ana Torres Pereira
    • A construção do novo aeroporto civil de Beja vai arrancar amanhã, sábado, com a presença do primeiro-ministro, José Sócrates, soube o Jornal de Negócios Online. Com um investimento que ronda os 33 milhões de euros, esta infra-estrutura estará apta para receber voos em 2008.

  • Obras no aeroporto finalmente arrancaram Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2007.04.17
    • Fonte: JN
    • Autor: Teixeira Correia
    • Cerca de três meses mediaram entre o lançamento da primeira pedra e o início das obras de terraplanagem para a construção do futuro aeroporto de Beja, que estará operacional durante o segundo semestre de 2008. O contrato de adjudicação das obras da primeira fase foi assinado em 26 de Janeiro e, no dia seguinte, o primeiro-ministro, José Sócrates, acompanhado por vários ministros, esteve no local, em S.Brissos, freguesia de Beja, onde "apadrinhou" o lançamento da primeira pedra. A 16 de Março começou a instalação do estaleiro.

Os rumores sobre os chineses

  • Chineses pretendem instalar linhas de montagem em Beja Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2007.06.15
    • Fonte: JN
    • Autor: Roberto Dores, Évora Hernâni Pereira (Imagem)
    • Os chineses estão de olhos postos no aeroporto de Beja como uma porta privilegiada para a entrada de produtos do Extremo Oriente na Europa. A chave deste interesse reside na aquisição de cerca de 50 hectares de terreno (o equivalente a 50 campos de futebol) junto ao aeroporto que permitam instalar a ponta final de montagem de produtos industriais, como motos e electrodomésticos. A Câmara Municipal de Beja quer aproveitar as relações para promover o turismo e também colocar artigos regionais alentejanos na república chinesa.

TAP desiste de transferir a manutenção e engenharia para Beja

  • Aviação: Autarca preocupado com viabilidade do aeroporto de Beja, após alegada desistência da TAP Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2007.11.05
    • Fonte: JN
    • Autor: Lusa
    • O presidente do município de Beja mostrou-se hoje preocupado com a viabilidade do aeroporto da cidade, após a TAP ter, alegadamente, desistido de transferir a sua unidade de manutenção e engenharia para a infra-estrutura aeroportuária alentejana. "Temo pela viabilidade do aeroporto de Beja, se as oficinas de manutenção de aeronaves da TAP não vierem efectivamente para Beja", disse Francisco Santos, em declarações à agência Lusa. O autarca afirmou ter "informações de que a TAP já decidiu não transferir para Beja a sua unidade de manutenção e engenharia".

  • Aviação: Aeroporto de Beja "sobrevive" se TAP desistir de transferir oficinas - empresa gestora Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2007.11.06
    • Fonte: Expresso
    • Autor: Lusa
    • O presidente da empresa gestora do aeroporto de Beja, José Queiroz, garantiu hoje a viabilidade e "sobrevivência" do projecto mesmo que as oficinas de manutenção e engenharia da TAP não sejam transferidas para a infra-estrutura aeroportuária alentejana. "Esse projecto da TAP seria muito importante para a cidade de Beja, mas o aeroporto sobrevive sem ele", afiançou José Queiroz à agência Lusa.

Adjudicação da 2ª empreitada com 10 meses de atraso

  • Obras do aeroporto de Beja adjudicadas Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2008.09.06
    • Fonte: JN
    • Autor: Teixeira Correia com Lusa
    • As obras da 2.ª empreitada de construção do aeroporto de Beja, cujo início atrasou 10 meses, foram adjudicadas e vão começar "de imediato", disse o presidente da empresa gestora da infra-estrutura aeroportuária. A empreitada foi adjudicada ao consórcio formado pela empresa Teodoro Gomes Alho e o grupo OPWAY, que resultou da fusão entre as empresas OPCA e SOPOL, esta à qual foi adjudicada a primeira empreitada, precisou o presidente da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB), José Queirós.

A certificação do aeroporto

  • Aeroporto de Beja certificado dentro de nove meses Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2009.12.17
    • Fonte: Sol
    • Autor: Redacção
    • A certificação do aeroporto de Beja, que poderá designar-se aeroporto do Alentejo, deverá durar cerca de nove meses, mas não se sabe quando a infra-estrutura começará a operar, disseram hoje fontes da ANA - Aeroportos de Portugal Para a conclusão do processo de certificação, que «é complexo» e servirá para «adequar» infra-estruturas militares da Base Aérea nº. 11 à operação civil, a ANA prevê «um prazo que andará à volta dos nove meses», disse Jorge Arruda, líder do projecto de integração do aeroporto de Beja na rede aeroportuária nacional da ANA.

  • Aeroporto de Beja já pode receber aviões civis mas desde que sem passageiros Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2010.08.10
    • Fonte: Público
    • Autor: Carlos Dias
    • Processo de certificação vai decorrer por fases, mas na melhor das previsões o tráfego de passageiros só começa para o ano. O Instituto Nacional de Aviação Civil (INAC) aprovou "a utilização permanente" da infra-estrutura aeronáutica instalada na Base Aérea 11, em Beja, "por aeronaves civis", mas a autorização apenas "é válida" para operações de voos domésticos "sem passageiros".

  • Beja/aeroporto: Certificação deverá ficar concluída no primeiro trimestre de 2012 -- ANA Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.10.13
    • Fonte: I-Online
    • Autor: Lusa
    • Os trabalhos para cumprir os requisitos de certificação do aeroporto de Beja estão "em fase final" e o processo deverá ficar concluído no primeiro trimestre de 2012, disse hoje à Lusa fonte da ANA - Aeroportos de Portugal.

A captação de empresas para o aeroporto e o optimismo cego

  • Aeroporto de Beja ainda sem interessados Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2009.12.15
    • Fonte: JN
    • Autor: Redacção
    • Com quase um ano de atraso, as obras do aeroporto de Beja estão quase concluídas, mas ainda não se conhecem operadoras interessadas. Entre as companhias aéreas low-cost contactadas pela TSF, a Easyjet disse que nem sequer quer voar para a capital do Baixo Alentejo. A infraestrutura foi feita a pensar nas companhias aéreas low-cost, mas nenhuma declarou estar interessada em voar para a capital do Baixo Alentejo.

  • Vieira da Silva acredita que aeroporto de Beja ainda vai despertar interesse das "low cost" Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2009.12.15
    • Fonte: JN
    • Autor: Redacção
    • O Ministro da Economia considerou esta terça-feira que, mais cedo ou mais tarde, o aeroporto de Beja suscitará o interesse das companhias "low cost". Vieira da Silva garante que com «persistência e imaginação» podem criar-se oportunidades para explorar a infraestrutura e torná-la interessante.

  • Empresa interessada no Aeroporto de Beja receia que equipamento fique em "banho-maria" Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2009.12.16
    • Fonte: DN
    • Autor: Lusa
    • A FREMAL, única empresa que publicamente assumiu que pretende instalar-se no aeroporto de Beja, através de um entreposto de carga, disse hoje recear que a infra-estrutura fique em "banho-maria" durante "décadas". "O que achamos é que se prepara para acontecer ao Aeroporto de Beja o mesmo que se verificou no Porto de Sines, que foi construído numa determinada perspectiva e, depois, esteve décadas para arrancar a sério", argumentou João Paulo Ramôa, um dos sócios da empresa.

A possibilidade de servir para estacionamento

  • Transformar o aeroporto de Beja em "garagem" de aviões alternativa à Portela é hipótese Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2010.04.09
    • Fonte: Público
    • Autor: Carlos Cipriano
    • Devido à crise, há aviões que estão mais tempo em terra e isso traz problemas de espaço ao aeroporto de Lisboa, que começou a aplicar sobretaxas aos aparelhos que ali estão mais de 18 horas estacionados. Guilhermino Rodrigues, presidente da ANA, quer que Beja seja alternativa à Portela para o estacionamento de aviões a baixo preço. "É um imperativo aplicar essas sobretaxas porque senão iria diminuir a capacidade do aeroporto", disse aquele responsável ao PÚBLICO, respondendo às críticas das companhias aéreas que se queixam dos elevados custos de estacionamento.

  • Aeroporto de Beja. TAP poderá alugar espaços para estacionar aviões Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.11.30
    • Fonte: I-Online
    • Autor: Agência Lusa
    • A TAP poderá alugar espaços no aeroporto de Beja para estacionar aviões antes de serem alvo de intervenções de manutenção ou preservação e quando não existir espaço disponível no complexo industrial da empresa em Lisboa...
      Os espaços serão usados quando a Unidade de Manutenção e Engenharia da TAP encaminhar para o aeroporto de Beja aviões cujo contrato preveja um tempo de estacionamento das aeronaves no período que antecede as intervenções, que serão realizadas nas instalações da empresa em Lisboa...

A auditoria do Tribunal de Contas

  • Aeroporto de Beja. Dez anos, 74 milhões e "nenhum objectivo cumprido" Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2010.11.26
    • Fonte: i-online
    • Autor: Filipe Paiva Cardoso
    • Auditoria do Tribunal de Contas conclui que infra-estrutura "opera em quadro de total incerteza de viabilidade económica" Arrancou há quase dez anos, já custou aos contribuintes mais de 74 milhões, realizou "cerca de 50% dos contratos adjudicados" com "ausência de procedimentos competitivos", ainda não foi estreado e já precisa de obras. Este é um dos retratos do aeroporto de Beja que resultam da leitura da auditoria do Tribunal de Contas.

  • Tribunal de Contas alerta que Aeroporto de Beja avançou sem garantias de viabilidade Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2010.11.26
    • Fonte: Público
    • Autor: Carlos Dias
    • Uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas (TC) ao Aeroporto Civil de Beja conclui que a infra-estrutura onde já foram investidos cerca de 34 milhões de euros "não tinha assegurada a sua viabilidade económica". O projecto dimensionado para "promover o desenvolvimento da região" baseado em actividades ligadas ao transporte de passageiros e carga e nas áreas da indústria aeronáutica, formação e logística "não tem contribuído" para o fim em vista, "nem para a criação de emprego", constata o TC.

  • Pista de Beja sem capacidade para receber aviões comerciais Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2010.11.26
    • Fonte: Público
    • Autor: Redacção
    • A auditoria realizada pelo Tribunal de Contas ao projecto aeroportuário de Beja vem confirmar que, afinal, a pista da Base Aérea n.º 11 "continua a não ter a solidez necessária para ser utilizada por aviões comerciais".

  • Erro na pista de Beja vai custar oito milhões Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2010.11.26
    • Fonte: JN
    • Autor: Erika Nunes
    • Com inauguração atrasada dois anos, o aeroporto de Beja já custou 35 milhões de euros, mas um erro detectado na construção da pista vai implicar um custo adicional de oito milhões de euros. Assim, ainda não podem aterrar aviões comerciais. Sem que tenham sido apuradas responsabilidades, de acordo com a Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB), ouvida no âmbito da auditoria realizada pelo Tribunal de Contas (TC), um dos erros mais caros e flagrantes do futuro aeroporto comercial de Beja está na própria pista.

  • Secretário de Estado das Obras Públicas nega derrapagem nos custos do aeroporto de Beja Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2010.11.26
    • Fonte: Público
    • Autor: Lusa
    • O secretário de Estado das Obras Públicas negou hoje derrapagens nos custos do aeroporto de Beja, realçando que os investimentos de 39 milhões apontados pelo Tribunal de Contas apenas serão necessários caso seja necessário ampliar a pista. “Não há qualquer derrapagem dos custos. Pelo contrário, há até uma redução do custo de investimento anunciado”, disse Paulo Campos. De acordo com o governante, o investimento anunciado para o aeroporto de Beja foi de 33 milhões de euros e o “investimento concretizado necessário para a abertura da pista é de cerca de 30 milhões de euros”.

  • Aeroporto de Beja: relatório do TC é um “equívoco pleno” Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2010.11.26
    • Fonte: Público
    • Autor: Lusa
    • O presidente da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB) contestou hoje o relatório do Tribunal de Contas (TC) à infraestrutura aeronáutica, considerando-o um “equívoco pleno”, que “desvirtua” o projeto e “desincentiva” o investimento associado. “O relatório do TC tece uma série de equívocos que desvirtua completamente o projecto. É um equívoco pleno, tem uma parte extremamente negativa e, além de não corresponder à verdade, é um desincentivo ao investimento associado”, disse José Queiroz.

  • Beja: Autarca acusa TC de irresponsabilidade e contesta legitimidade de conclusões da auditoria ao aeroporto local Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2010.11.26
    • Fonte: I-Online
    • Autor: Agência Lusa
    • O presidente da Câmara de Beja acusou hoje o Tribunal de Contas (TC) de "irresponsabilidade" e de querer "deitar abaixo" o aeroporto local e contestou a legitimidade da instituição para tirar algumas conclusões "absurdas" da auditoria à infraestrutura.

Nova possibilidade de uma unidade de manutenção aéronautica

  • Euroatlantic quer construir unidade de manutenção no aeroporto de Beja Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2010.06.14
    • Fonte: Expresso
    • Autor: Redacção
    • Investir €25 milhões e criar 120 postos de trabalho é o objectivo da companhia portuguesa de aviação, que vê no aeroporto do Alentejo uma oportunidade para entrar no mercado de manutenção de aeronaves. A companhia de aviação Euroatlantic planeia construir no aeroporto de Beja uma unidade de manutenção de aeronaves, envolvendo investimentos de 25 milhões de euros. O projecto vai ser apresentado a 16 de Junho pelo presidente da Euroatlantic, Tomaz Metello, ao presidente da câmara municipal de Beja, Jorge Pulido Valente.

O desinvestimento da CP

  • Pouco dinheiro e pouca gente param o pouca-terra Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.01.02
    • Fonte: Público
    • Autor: Carlos Cipriano
    • O serviço regional é dispendioso e a contenção orçamental não perdoa. A CP vai retirar-se de algumas linhas do país, deixando estações e apeadeiros vazios, e aldeias que já só verão passar os comboios de mercadorias. Na nova geografia ferroviária não há lugar para as regiões do Alentejo e do Norte. Foram-se os centros de saúde, os correios, as escolas primárias. Chegou agora a vez dos comboios. Em algumas terras do interior o pouca-terra vai deixar de apitar porque a CP decidiu suprimir a sua oferta onde ela é especialmente deficitária.

  • CP recua e admite analisar fim do Intercidades Lisboa-Beja Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.02.04
    • Fonte: Público
    • Autor: Carlos Cipriano
    • Contrariamente ao que chegou a estar previsto no plano de contenção de custos da CP, a linha férrea entre Beja e Funcheira acabou por não fechar, e o anúncio do fim do serviço Intercidades directo entre Lisboa e Beja poderá ter sido precipitado. Isto porque a transportadora já admite rever a situação futura deste último serviço, cujo anunciado fim, explicado nas páginas do PÚBLICO pelo presidente da companhia, José Benoliel, gerou forte contestação naquela cidade alentejana.

A questão do policiamento

  • GNR ou PSP. Afinal, quem faz a segurança do aeroporto de Beja? Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.03.31
    • Fonte: i-online
    • Autor: Rosa Ramos
    • A duas semanas do primeiro voo internacional, o governo ainda não decidiu se a segurança ficará a cargo da GNR ou da PSP O primeiro voo internacional a partir do novo aeroporto de Beja foi antecipado para 13 de Abril, mas o Ministério da Administração Interna (MAI) continua sem anunciar publicamente qual será a força de segurança a tomar conta da infra-estrutura - apesar de tanto a GNR como a PSP a reclamarem para si.

  • GNR e PSP de Beja. Juntos no aeroporto até que o ministro os separe Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.09.07
    • Fonte: I-Online
    • Autor: Rosa Ramos
    • Mudou o governo, mas o Ministério da Administração Interna continua sem decidir quem fica com o novo aeroporto, reivindicado pelas duas forças de segurança.
      A situação provisória não satisfaz nenhuma das polícias. Primeiro, diz fonte da GNR, "não existe um número assim tão significativo de voos que justifique a presença de duas forças de segurança no local". Raras são as semanas em que há mais de um voo em Beja - costuma existir apenas um, aos domingos. De acordo com um estudo encomendado pela ANA - Aeroportos de Portugal, entre Maio e o final de Julho passaram pelo aeroporto do Alentejo apenas 146 passageiros. Além disso, acrescenta fonte da PSP, a permanência das duas forças de segurança implica "uma duplicação de meios materiais e humanos que importam um aumento de custos".

  • PSP vai ficar responsável pela segurança em todos os aeroportos Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.05.15
    • Fonte: I-Online
    • Autor: Agência Lusa
    • O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, disse hoje, no parlamento, que a PSP vai ficar com a responsabilidade da segurança em todos os aeroportos portugueses com voos internacionais.

Os primeiros voos

  • Primeiro voo parte hoje do aeroporto de Beja rumo a Cabo Verde Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.04.13
    • Fonte: JN
    • Autor: Redacção
    • O primeiro voo a partir do aeroporto de Beja é feito, quarta-feira, com um Boeing da companhia cabo-verdiana TACV para transportar quase 70 passageiros até Cabo Verde. O aeroporto de Beja ainda não está certificado nem a operar, mas hoje vai funcionar para realizar o primeiro voo excepcional, com os 70 passageiros a terem como destino final o município cabo-verdiano de São Filipe, na ilha do Fogo. O ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, António Mendonça, e o secretário de Estado Adjunto, das Obras Públicas e Comunicações, Paulo Campos, vão assistir à partida do voo.

  • Primeiro voo charter a chegar a Beja veio com 49 passageiros mas só 4 eram turistas Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.05.23
    • Fonte: Público
    • Autor: Carlos Dias
    • Com um avanço de quatro minutos em relação à hora prevista, o birreactor Embraer 145 da companhia aérea British Midland International (BMI) estacionou ontem no terminal do aeroporto de Beja, com 49 passageiros (a sua capacidade máxima), dando assim início a uma série de 22 voos semanais provenientes de Londres. Embora a capacidade do aparelho estivesse esgotada com os 49 passageiros oriundos do aeroporto de Heathrow, este primeiro voo foi feito com apenas quatro turistas a bordo.

A dissolução da EDAB

  • Beja: Associação de Municípios exige "urgência" na extinção da empresa do aeroporto Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.09.13
    • Fonte: Visão
    • Autor: Lusa
    • A Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral (AMBAAL) exigiu hoje "urgência" na extinção da empresa que construiu o aeroporto de Beja, alegando que já cumpriu a sua missão e só está a criar passivo.

  • Empresa do Aeroporto de Beja será liquidada dentro de 60 dias Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.09.22
    • Fonte: I-Online
    • Autor: Agência Lusa
    • A Assembleia-Geral da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB) aprovou hoje por unanimidade a dissolução da empresa, que vai ser liquidada nos próximos 60 dias, disse à agência Lusa o presidente da EDAB. Na reunião de hoje, os acionistas aprovaram “por unanimidade” a extinção da EDAB, proposta pelo acionista maioritário, o Estado, e nomearam a comissão liquidatária, que tem 60 dias para liquidar a empresa, disse José Queiroz . A comissão liquidatária é composta pelos atuais dois administradores da EDAB, o próprio José Queiroz e Manuel Barroso.

  • Aeroporto de Beja: Empresa dissolvida um ano depois do previsto Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.09.22
    • Fonte: TSF
    • Autor: Redacção
    • Mais de um ano depois do previsto, foi dissolvida a empresa de desenvolvimento do aeroporto de Beja. Durante este período, quatro pessoas não tiveram nada para fazer. A Assembleia-Geral da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB) aprovou, esta quinta-feira, por unanimidade a dissolução da empresa, que vai ser liquidada nos próximos 60 dias.

  • Activos da gestora do aeroporto de Beja avaliados em 34 milhões Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.09.27
    • Fonte: Económico
    • Autor: Cátia Simões
    • "Os activos valem perto de 34 milhões de euros e o passivo está avaliado em cerca de oito milhões de euros", especifica José Queiroz, até agora presidente executivo da EDAB e membro da comissão liquidatária, ao Diário Económico.
      "Agora resta saber como é que os activos serão passados para o universo da ANA, já que ela é a concessionária mas não existe um contrato de concessão, apenas um despacho conjunto de quatro ministros que prevê que a concessão seja entregue à ANA", acrescenta.

  • Beja: Empresa do aeroporto com salários e indemnizações em atraso Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.11.25
    • Fonte: Expresso
    • Autor: Lusa
    • Três dos quatro funcionários da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB), em liquidação, já saíram voluntariamente, mas ainda não receberam o último salário e as indeminizações, e o quarto não recebe deste outubro.

  • Beja/aeroporto: Presidente da assembleia-geral da EDAB acusa Governo de ser incapaz de extinguir a empresa Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.06.22
    • Fonte: Visão
    • Autor: Lusa
    • O presidente da assembleia-geral da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB) acusou hoje o Governo de ser incapaz de extinguir a empresa, que está há noves meses a acumular 100 mil euros mensais de prejuízos.

  • Gestora do aeroporto de Beja tem passivo de um milhão porque Estado "empata" a sua extinção Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.08.20
    • Fonte: Dinheiro Vivo
    • Autor: Dinheiro Vivo | Lusa
    • O presidente da assembleia-geral da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja culpa o Estado pelos prejuízos O presidente da assembleia-geral da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB) revelou hoje que o passivo da instituição já ultrapassa um milhão de euros e acusou o Estado de "empatar" a extinção da empresa. "Isto é completamente absurdo. O adiar da extinção só traz prejuízos porque a empresa não está a funcionar, mas está a ter despesas e, quanto mais cedo se extinguir, mais cedo se deixa de ter estas despesas fixas", afirmou.

  • Beja: Empresa do aeroporto será extinta até ao final deste mês Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.09.04
    • Fonte: Visão
    • Autor: Lusa
    • A assembleia-geral da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB) aprovou hoje todas as decisões para a extinção até final deste mês da empresa, que acumulou 1,1 milhões de euros de prejuízos desde o início do processo.

O desencanto dos números de operação

  • Aeroporto de Beja tem 17 passageiros por voo Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.06.28
    • Fonte: Jornal de Negócios
    • Autor: Jornal De Negócios Online - Negocios@Negocios.Pt

    • Infra-estrutura foi inaugurada pelo anterior Governo. Estado gastou 33 milhões de euros no projecto O Aeroporto de Beja tem pouco movimento, apesar de o Estado ter investido 33 milhões de euros no projecto.

  • Aeroporto de Beja movimentou 164 passageiros... em 3 meses Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.10.07
    • Fonte: Expresso
    • Autor: Redacção
    • O aeroporto, vocacionado sobretudo para ligações charter, recebeu o primeiro voo a 13 de abril de 2011, com uma ligação a Cabo Verde, seguindo-se, no final de maio a primeira de 22 ligações comerciais ao Reino Unido. Entre 22 de maio e 31 de julho embarcaram 164 pessoas no aeroporto de Beja, através das operações charter da Bmi Regional para o operador Sunvil. O entendimento possibilitou a realização de 44 voos charter com os ingleses, mas termina a 16 de outubro.
      Em 2007, o aeroporto de Beja previa atingir, entre partidas e chegadas, uma média de 178 mil passageiros em 2009, que poderiam aumentar até 1,8 milhões em 2020, segundo as previsões da empresa EDAB, responsável pelo projeto.

  • Aeroporto de Beja teve 798 passageiros em quatro meses Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.10.12
    • Fonte: Público
    • Autor: Carlos Dias
    • Em 21 dos 22 voos programados a partir de Heathrow, chegaram ao aeroporto de Beja 421 passageiros e embarcaram no regresso 377. Estes são os resultados daquele investimento de 33 milhões de euros, inaugurado a 22 de Maio. Os dados, fornecidos ao PÚBLICO pela ANA-Aeroportos de Portugal, que detém a concessão do aeroporto, referem-se ao período compreendido entre esse dia do voo inaugural e 9 de Outubro, faltando portanto apenas um voo da primeira operação de charters promovida pela empresa inglesa Sunvil Discovery, e que termina no próximo domingo.
      ... Dos 1079 lugares disponibilizados nos aviões Embraer 45 que ligaram Londres a Beja, nestes primeiros quatro meses e 18 dias, ficaram vazios 658 lugares.

  • Voos do aeroporto de Beja custaram 400 mil euros à Agência de Promoção do Alentejo Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.10.21
    • Fonte: Público
    • Autor: Carlos Dias
    • Até anteontem, o aeroporto de Beja viveu de um voo para Cabo Verde e uma operação charter (Londres/Beja) que custou 400 mil euros à Agência de Promoção Turística do Alentejo (APTA). O custo foi revelado por Mário Simões, presidente da distrital do PSD de Beja, em declarações ao PÚBLICO. Com tão "fraco" desempenho, diz o dirigente social-democrata que se exige a "demissão imediata" da administração da ANA - Aeroportos de Portugal, que gere este aeroporto inaugurado em Maio deste ano.

  • Aeroporto de Beja, vazio um ano depois Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.04.13
    • Fonte: Sol
    • Autor: Redacção
    • O aeroporto de Beja, que custou 33 milhões de euros, cumpre hoje um ano, mas está aquém das expectativas da população local, enquanto a ANA aposta na indústria aeronáutica e espera mais tráfego de passageiros a partir de 2017. Desde que começou a operar, a 13 de Abril de 2011, quando se realizou o voo inaugural, e até ao passado dia 31 de Março, o aeroporto de Beja processou 2.568 passageiros e 104 movimentos de aviões de operações charter e voos privados e executivos.

A recusa da Ryanair em operar em Beja

  • Ryanair recusa Beja e insiste em criar base em Lisboa Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.09.13
    • Fonte: Económico
    • Autor: Hermínia Saraiva
    • É uma visão pouco comum, a de aviões da ‘low cost' na capital. O'Leary há anos que quer mudar esse estado de coisas e ontem voltou a repetir que não entende as razões da ANA - Aeroportos de Portugal para não aceitar uma base da companhia em Lisboa. Fora dos planos da companhia está o novo aeroporto de Beja.

  • Ryanair descarta interesse em Beja Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.04.01
    • Fonte: Dinheiro Vivo
    • Autor: Dinheiro Vivo /Lusa
    • Distância de Beja à capital portuguesa leva companhia áerea de baixo custo a não querer operar para a cidade alentejana O vice-presidente da Ryanair descarta o interesse da companhia aérea de baixo custo em operar no aeroporto de Beja, afirmando que a infraestrutura nem deveria ter sido construída. O aeroporto de "Beja é muito longe de Lisboa. Não interessa à Ryanair", afirmou à Lusa Michael Cawley.

O grupo de trabalho para encontrar soluções para o aeroporto

  • Aeroporto de Beja: Governo quer grupo de trabalho para definir "soluções" Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.12.19
    • Fonte: Correio Da Manhã
    • Autor: Redacção
    • O Governo quer criar um grupo de trabalho para definir "soluções de consenso" para o desenvolvimento do aeroporto de Beja, enquanto autarcas e deputados da região acusam o Executivo de falta de estratégia para a infra-estrutura. O "desafio" de criar o grupo de trabalho foi hoje lançado em Beja pelo secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Sérgio Silva Monteiro, numa reunião com autarcas, deputados e agentes económicos do Baixo Alentejo sobre o ponto de situação de projectos estruturantes para a região, como o aeroporto de Beja.

  • Governo dá 90 dias para salvar aeroporto de Beja Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.06.06
    • Fonte: I-Online
    • Autor: Isabel Tavares
    • Custou mais de 35 milhões de euros e está às moscas. O projecto inicial previa tanto tráfego que incluía a necessidade de um investimento adicional de perto de 39 milhões de euros. Inaugurado em 2011, depois de quase dez anos em construção, contam-se pelos dedos os aviões que por lá passaram. Agora o governo decidiu criar um grupo de trabalho para rever cada um dos pressupostos em que se baseou o projecto e encontrar formas de o rentabilizar. As soluções terão de ser apresentadas ao executivo no prazo máximo de 90 dias a contar de hoje.

  • Grupo de trabalho para Beja sugere um "cluster aeronáutico" no aeroporto Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.09.07
    • Fonte: Sábado
    • Autor: Redacção
    • Segundo o documento, a que o Negócios teve acesso, "para desenvolver esta competência específica (cluster aeronáutico), propomos a constituição de um Grupo de Missão, de modo a poder articular as várias valências".
      O relatório admite que "é um trabalho complexo, ambicioso, que requer persistência e inteligência. Mas é perfeitamente possível fazer do Aeroporto de Beja, um "hub" do 'cluster' aeronáutico em Portugal, em articulação com Évora (Embraer), a proximidade à Airbus Military em Sevilha, e a forte ligação por motivos óbvios que pode existir à Força Aérea Portuguesa".

  • Aeroporto de Beja. Modelo de negócio deve ser direcionado para o desenvolvimento industrial Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.09.07
    • Fonte: I-Online
    • Autor: Agência Lusa
    • O aeroporto de Beja deve continuar a fazer parte da ANA-Aeroportos de Portugal, mas o modelo de negócio deverá ser mais direcionado para o desenvolvimento industrial, afirmou hoje o secretário de Estado dos Transportes. Sérgio Monteiro falava à Agência Lusa na sequência do relatório do grupo de trabalho criado para definir uma estratégia para o aeroporto de Beja, que foi entregue ao Governo na quinta-feira.

  • Aeroporto de Beja avança com serviço misto para carga e passageiros Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2013.01.17
    • Fonte: Económico
    • Autor: Nuno Miguel Silva
    • Grupo de trabalho defende ligação com a Embraer, em Évora, e com o empreendimento do Alqueva.
      Além de apostar neste terminal como aeroporto de passageiros, vocacionado para desenvolver o turismo na região do Alentejo e o nicho da aviação executiva, os especialistas deste grupo de trabalho concluíram também que o terminal de Beja deve funcionar como um "centro logístico de carga aérea com cargueiros puros, servindo o Centro e o Sul do País" e um ‘cluster' (núcleo) da indústria aeronáutica.

As negociações para base militar Sul-Coreana

  • Coreia do Sul quer treinar aviões de combate em Beja Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.11.24
    • Fonte: DN
    • Autor: Redacção
    • Depois do fracasso do Aeroporto de Beja, os militares podem dar nova esperança à região com a instalação de uma escola de treino avançado para pilotos de caças 'T50 Golden Eagle'.

  • Sul-coreanos querem Base de Beja Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.05.05
    • Fonte: Sol
    • Autor: Por Helena Pereira
    • Empresa sul-coreana está em negociações com o Governo para instalar uma escola de pilotos de aviões de combate na base militar. A base área de Beja pode passar a ‘ser’ sul-coreana. O Governo deverá dar luz verde ao projecto de instalação de uma escola de formação de aviões de combate, com capitais sul-coreanos, mas que servirá ainda para formar militares de vários países da América Latina. A proposta foi feita por uma empresa da Coreia do Sul, de capitais maioritariamente públicos, que gere a formação dos pilotos da força aérea daquele país.

O aeroporto de Beja e a privatização da ANA

  • Beja: Aeroporto poderá reverter para o Estado se futuro dono da ANA prescindir de o explorar Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.09.18
    • Fonte: Visão
    • Autor: Lusa
    • O aeroporto de Beja poderá reverter para o Estado e ser gerido por uma entidade pública se a ANA privatizada prescindir de o explorar, admitiu hoje o coordenador do grupo de trabalho que definiu uma estratégia para a infraestrutura.

  • Privatização da ANA atrasa instalação de empresas em Beja Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.11.19
    • Fonte: Agência Financeira
    • Autor: Redacção
    • A privatização da ANA está a «atrasar» a instalação de duas unidades industriais no aeroporto de Beja, uma para manutenção e outra para desmantelar aeronaves, num investimento total de 16 milhões de euros, segundo o presidente do município, citado pela Lusa.
      Trata-se de projetos de duas empresas portuguesas, um da Aeromec, para instalar um hangar de manutenção de aeronaves, num investimento de cinco milhões de euros, e o outro da AeroNeo, em parceria com a multinacional suíça JetLease - Geneva, para instalar uma unidade para desmantelar aeronaves e reciclar ativos aeronáuticos, num investimento de 11 milhões de euros.

  • PS critica omissão de Aeroporto de Beja no caderno de encargos da ANA Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.12.05
    • Fonte: Dinheiro Vivo
    • Autor: Dinheiro Vivo | Lusa
    • "O abandono do projeto de desenvolvimento do aeroporto de Beja na rede de infraestruturas aeroportuárias nacionais parece insólito e cria natural estupefação", a qual o primeiro-ministro, que assina a resolução do Conselho de Ministros em que consta o caderno de encargos, "deve explicar e esclarecer", refere Luís Pita Ameixa, numa pergunta dirigida a Pedro Passos Coelho e enviada hoje à agência Lusa.

  • Vinci ganha corrida pela ANA (Act.) Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2012.12.27
    • Fonte: Oje
    • Autor: Oje/Lusa
    • Os franceses da Vinci vão pagar 3080 milhões de euros pela aquisição de 95% do capital da ANA - Aeroportos de Portugal, o que eleva para 6400 milhões de euros o encaixe do Estado com o programa de privatizações. A secretária de Estado do Tesouro, Maria Luís Albuquerque, afirmou hoje que a proposta da Vinci era a que apresentava "o valor mais elevado", realçando que foi também avaliada "como a melhor do ponto de vista estratégico".

  • Vinci assina contrato da ANA entre 7 e 10 de janeiro Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2013.01.02
    • Fonte: Oje
    • Autor: Oje
    • A francesa Vinci que ganhou a privatização da ANA - Aeroportos de Portugal deverá assinar o contrato de aquisição do capital da empresa entre 7 e 10 de janeiro próximo...

Negociações com os Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV)

  • Transportadora aérea cabo-verdiana negoceia operações no aeroporto de Beja Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2013.01.14
    • Fonte: Público
    • Autor: Redacção
    • Responsável da TACV refere que a companhia também está a avaliar o potencial do aeroporto alentejano para o transporte de carga. A empresa de transportes aéreos de Cabo Verde (TACV) está a negociar ligações entre o aeroporto de Beja e a Ilha do Sal, disse esta segunda-feira o delegado para região ibérica da companhia cabo-verdiana, Mário Almeida.

Certificação somente em 2013

  • ANA. Aeroporto de Beja certificado e apto para ser usado por todos os tipos de tráfego Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2013.01.24
    • Fonte: I-Online
    • Autor: Agência Lusa
    • O Instituto Nacional de Aviação Civil (INAC) já certificou o aeroporto de Beja, que está "apto" para poder ser usado sem restrições por todos os tipos de tráfego, à semelhança dos restantes aeroportos nacionais, anunciou hoje a ANA. Em comunicado enviado à agência Lusa, a ANA - Aeroportos de Portugal refere que o aeroporto de Beja, que usa as pistas da Base Aérea n.º 11, está "apto a operar", depois de o INAC ter concluído, na terça-feira, o processo de certificação da infraestrutura.

Ficheiros em anexo a esta análise

Comentários

Comment this page
Name:
Comment:
Are you human?

Devagar se vai ao longe. 2013-07-08 18:02:07
A TAP Manutenção e Engenharia começou hoje a usar o aeroporto de Beja para estacionar aviões de clientes seus e realizar intervenções de preservação ou manutenção, no âmbito de um acordo com a ANA - Aeroportos de Portugal.

As operações da TAP começaram hoje com um avião Airbus 330, de um cliente da transportadora aérea nacional, que aterrou às 10:45 e que deverá ficar entre "dois a três meses, no mínimo", estacionado no aeroporto de Beja, disse à agência Lusa o director da infra-estrutura aeroportuária alentejana, Pedro Beja Neves.

Durante aquele período, técnicos da TAP Manutenção e Engenharia, que tem um escritório e duas oficinas no aeroporto de Beja, vão realizar "trabalhos de preservação e, porventura, alguma manutenção de linha" do avião, explicou.

A ANA - Aeroportos de Portugal está "muito satisfeita" com o arranque das operações da TAP Manutenção e Engenharia no aeroporto de Beja, sobretudo com "uma aeronave tão importante", disse Pedro Beja Neves.

Trata-se de uma operação que a ANA "ansiava há muito tempo" e pela qual tem vindo "a lutar muito" e surge na sequência de um acordo assinado entre as duas empresas em setembro de 2011, frisou.

"Esperemos que tudo corra bem e que a TAP e os seus clientes procurem cada vez mais o aeroporto de Beja para estas soluções", disse, referindo que o segundo avião, no âmbito das operações da TAP, deverá chegar à infra-estrutura aeroportuária alentejana durante a primeira quinzena do próximo mês.

"É determinante para o desenvolvimento do aeroporto de Beja que estas operações [da TAP Manutenção e Engenharia] se mantenham e corram bem", frisou, referindo que a manutenção de aviões "é um negócio que interessa cativar" para o aeroporto de Beja.

A ANA está convicta de que a indústria aeronáutica "pode vir a ser um grande vetor de desenvolvimento" do aeroporto de Beja, sublinhou, referindo que o início das operações da TAP Manutenção e Engenharia "é a prova disso".

O acordo entre a ANA e a TAP inclui o aluguer, pela unidade de manutenção e engenharia da transportadora aérea nacional, de espaços para estacionar aviões no aeroporto de Beja, onde serão alvo de intervenções de preservação ou manutenção.

Segundo disse à Lusa fonte da TAP, o estacionamento dos aviões no aeroporto de Beja acontecerá sempre que não haja espaço disponível no complexo industrial da TAP na sua base operacional em Lisboa.

Os espaços irão "funcionar como áreas de apoio nas acções de manutenção de linha", ou seja, "similares às que são efectuadas em escala, à chegada e antes da partida dos voos", e nos trabalhos de preservação, "necessários sempre que uma aeronave esteja sujeita a uma imobilização prolongada", explicou a fonte.

"A falta de espaço é um fenómeno que ocorre em todos os aeroportos a nível mundial", disse Pedro Beja Neves, referindo que a ANA tem que "optimizar" a rede de aeroportos que tem em Portugal "na procura das melhores soluções" para os seus clientes e "é nesse âmbito que o aeroporto de Beja está a servir como palco" para operações da TAP Manutenção e Engenharia.

joaquim trindades perfeito 2013-12-12 17:27:47
Falar do que não avança em Portugal é fácil.

Mais difícil é ter vontade de não abandonar o que esta fora de Lisboa.......tanta conversa e Portugal na miséria.........

Carlos Conde 2014-03-11 20:49:15
O mais intrigante é como ainda há quem não tendo um pingo de vergonha defenda este elefante branco.

Veja-se o que se passa em Espanha onde se cometeram erros idênticos mas agora há a coragem de dizer que o rei vai nu.

O aeroporto de Beja continua neste país de loucos a ser considerado por alguns como uma obra a preservar e todas as noites tem as luzes acesas como se existisse!


CategoriaAnalise